top of page
Sobre
A Nossa Guitarra - Henrique Fraga e Marco Matos - Guitarra de Coimbra e Guitarra Clássica - Instrumental - Guitarra Portuguesa - Logotipo Sem Fundo Preto
Galeria
Contactos

O Universo Sonoro da Guitarra de Coimbra: Henrique Fraga e João Teixeira - Música em Oeiras

No último dia 27 de Janeiro, o Auditório Municipal Ruy de Carvalho, em Carnaxide, Oeiras, foi palco de uma viagem musical única e envolvente. O concerto do guitarrista Henrique Fraga, solista da guitarra de Coimbra, acompanhado por João Teixeira na guitarra clássica, proporcionou uma experiência verdadeiramente memorável para todos os presentes.



"Quisemos trazer até vocês hoje a guitarra de Coimbra." 


Foi o mote de entrada que marcou o regresso destes guitarristas a Oeiras, concelho onde, em Outubro de 2021, se apresentaram juntos pela primeira vez, no âmbito de uma homenagem feita pela Câmara Municipal de Oeiras ao mestre guitarreiro, Gilberto Marques Grácio, figura incontornável da cultura portuguesa na arte de construção de uma série instrumentos musicais, de onde se destaca a guitarra de Coimbra. Henrique Fraga teve o privilégio de o conhecer, ser seu amigo e de terem nascido das mãos dos mestre as guitarras que, há vinte anos, se animam nas suas. 


O repertório, cuidadosamente selecionado, centrado na obra de Carlos Paredes é bastante revelador do talento excepcional deste duo, mas também de uma ligação profunda do guitarrista com a história e a evolução da guitarra.


"Não é somente um repertório que eu gosto, é um repertório que basicamente afirma a existência de um instrumento chamado guitarra de Coimbra."


Ao longo do concerto, Henrique Fraga enfatizou o papel crucial de Artur e Carlos Paredes na autonomização e evolução da guitarra de Coimbra. Descreve-os como génios visionários capazes de combinar influências populares e eruditas de forma magistral para criar um "universo incrível de sonoridade”.


Além de intérprete, Henrique Fraga assume-se também como compositor. Inspirado pelo valioso legado daquele que assume ser a sua maior referência guitarrística, Carlos Paredes, transporta a sua própria individualidade e vivência para a sua música.


"Aquilo que tenho para partilhar convosco, em termos de originais, é obviamente um pouco mais de mim, um pouco mais daquilo que sou eu, daquilo que é a minha história."


A presença de João Teixeira na guitarra clássica é verdadeiramente notável e reveladora do seu virtuosismo e da conexão especial que existe entre os dois artistas.


“São temas muito difíceis de tocar na guitarra clássica e precisavam de umas mãos realmente muito capazes para poderem ser tocados e o João, além de um querido amigo é realmente uma pessoa que está muito altura de o fazer.”


Embora em tempos diferentes, a história musical destes músicos partilha uma origem comum que remonta aos tempos de estudante, sobretudo, na Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra, onde a paixão por esta música pôde crescer.


"Nada no nosso percurso guitarrístico e musical, se calhar hoje, faria algum sentido sem essa passagem que tivemos na academia, na universidade."


Por fim, Henrique Fraga dedicou a realização do grande sonho da sua vida ao seu público. Algo que ressoou profundamente e fez com que cada nota tocada fosse ainda mais sentida.


“Eu mantive sempre o sonho, que continuo a manter, de me tornar um guitarrista, e que hoje estou aqui precisamente a realizar.” 


Este concerto foi promovido pela Câmara Municipal de Oeiras e produzido pela Ghude. Muito além de uma apresentação musical, foi uma celebração da herança cultural e musical da guitarra de Coimbra, um testemunho da dedicação e talento de Henrique Fraga e João Teixeira e da vitalidade fulgurante da verdadeira música portuguesa.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page